Meu Perfil
BRASIL, Sul, PORTO ALEGRE, Mulher, de 08 a 12 anos, Portuguese, English, Informática e Internet, Arte e cultura, Pensar e Refletir sobre a vida
MSN - beyonce_lu@hotmail.com

Gosto de:
Me divertir,
minhas amigas,
minha escola,
livros, blogar...
e tantas coisas mais!

Nome:Luísa
Idade:12 anos
Falo:Inglês, Português
e Espanhol.
Sou:louquinha,
Simpática, risonha
e estudiosa.
Moro em:Porto Alegre



br>


Histórico
27/11/2005 a 03/12/2005
20/11/2005 a 26/11/2005
13/11/2005 a 19/11/2005
21/08/2005 a 27/08/2005
14/08/2005 a 20/08/2005
31/07/2005 a 06/08/2005
24/07/2005 a 30/07/2005
17/07/2005 a 23/07/2005
10/07/2005 a 16/07/2005
03/07/2005 a 09/07/2005
26/06/2005 a 02/07/2005
12/06/2005 a 18/06/2005
05/06/2005 a 11/06/2005
29/05/2005 a 04/06/2005
22/05/2005 a 28/05/2005
15/05/2005 a 21/05/2005
08/05/2005 a 14/05/2005
01/05/2005 a 07/05/2005
24/04/2005 a 30/04/2005
17/04/2005 a 23/04/2005
10/04/2005 a 16/04/2005
03/04/2005 a 09/04/2005
27/03/2005 a 02/04/2005
20/03/2005 a 26/03/2005
13/03/2005 a 19/03/2005
06/03/2005 a 12/03/2005
27/02/2005 a 05/03/2005
20/02/2005 a 26/02/2005


Categorias
Todas mensagens
Link
Evento
Citação
Objeto de Desejo
Filme
Livro
Série
texto/comentario


Votação
Dê uma nota para meu blog

Outros sites
Cinescope
As 14 Máscaras
Gotham
Acrósticos
Túnel do Tempo

Indique este blog

XML/RSS Feed
O que é isto?



Neopets

Neopets

http://www.neopets.com

Classificação:

Faz tempo que não posto um link. Acho que esse muita gente conhece... Mas para quem não conhece, é assim: Você cria um bichinho, tem que dar comida pra ele e tal, mas também tem seu dinheiro, sua casa, sua loja, e pode comprar coisas para você ou sua loja. meu nick é faeireofthelove. Bem, é isso. Até. Beijos.


Categoria: Link
Escrito por Lu às 21:10:07 [ ] [ envie esta mensagem ]



Dogville

Dogville

Uma moça chega a uma cidade isolada, Dogville. Lá ela faz muitos amigos. Pensa até em ir embora, mas resolve ficar porque tem amigos. Um dia, um policial chega e cola um cartaz de procurada com o rosto da moça. E gangsters depois chegam e dão um cartão para se acharem ela. A população da cidade então impõe que a moça trabalhe 10 horas por dia ajudando os outros. E vai aumentando... ela tenta fugir e acaba sendo estuprada, colocam uma coleira de ferro presa a uma roda de ferro pesada para ela não poder fugir. As vizinas quebram duas de suas porcelanas que ela no inicio trabalhou para comprar, e dizem que se ela chorasse, quebrariam as outras. A moça ficou magoada e chorou. Quebraram as porcelanas, então. Ela sofria sem fim. Tinha apenas um aliado: Tom.

Eu normalmente não conto os finais dos filmes, mas nesse filme, o final importa muito. Continue lendo para saber o final. Há um conselho na cidade. Ninguém defende ela. A população pede para Tom escolher entre ela e os cidadãos de Dogville. Ele escolhe os cidadãos e liga para os gangsters, para entrega-la. Os gangsters chegam no dia seguinte. Era o pai dela que queria que ela voltasse a ser gangster, e ofereceu a sua filha os poderes sobre os gangsters imediatamente. Ela aceita e ordena a primeira coisa: Que os gangsters queimem Dogville e matem todos. Mas com um detalhe: Na casa de sua vizinha Vera, a que falou aquilo sobre quebrar as porcelanas, ela ordenou que primeiro os gangsters matassem um filho dela, e mandou que dissessem a ela que se ela chorasse, os outros morreriam também. No final de tudo, só sobrou o cachorro da cidade, o único que merecia viver naquele horror de lugar. Dogville, cidade do cachorro, em português.

Beijos


Categoria: Filme
Escrito por Lu às 17:38:07 [ ] [ envie esta mensagem ]



Volta

Volta

Resolvi voltar a escrever no meu blog, que continuará tão arrumadinho quanto antes.
Vou começar a arrumação nova pelo layout.

Como vocês provavelmente já perceberam, fiz aniver sábado passado. Portanto, não tenho mais onze, tenho doze.

O livro que estou lendo é "O mundo de Sofia"... O último filme que vi é "Dogville" e a série que mais ando vendo é "Law & Order SVU".

Beijos.

P.S. Meu deus, que saudade do "Salvar e Publicar"!

-edit

A foto do layout(sua esquerda), foi tirada no dia 2/11/05, na parte do cais do porto, durante a feira do livro. 


Categoria: texto/comentario
Escrito por Lu às 22:53:56 [ ] [ envie esta mensagem ]



O blog...

O blog...

Vou deixar esse blog de lado por um período de tempo... eu continuo lendo os comentários, como sempre...

Mas talvez não poste...

É só isso. Hoje não tenho comentários inteligentes ou mesmo pontos de vista.

E eu continuo no MSN.

Beijos para todos!


Categoria: texto/comentario
Escrito por Lu às 20:17:48 [ ] [ envie esta mensagem ]



Essa moda não pega

Essa moda não pega

"Dê um bom exemplo - essa moda pega".

Será mesmo? Não para de passar essa propaganda... acho até que já decorei: "Um bom exemplo, é bom humor é mais carinho, é sorrir pro seu vizinho, é cantar é ser feliz(...) é ser do bem, amizade, cortezia, melhorando o dia à dia, transformando esse país"

Será que na cantoria do bom exemplo do governo não entraria "não ser corrupto", "não comprar votos", e "respeitar o povo brasileiro"?

Acho que não...


Categoria: texto/comentario
Escrito por Lu às 22:52:50 [ ] [ envie esta mensagem ]



As Virgens Suicidas

As Virgens Suicidas

É um filme sem noção. A idéia foi boa, mas o contexto e a trama são muito bobos.
Um casal bitolado e estranho de uma cidadezinha teve cinco filhas:
Lux(16), Bonnie(17), Cecile(13), e outras duas que não me lembro o nome.(14 e 15)
As garotas viviam um tanto isoladas de outras pessoas e não tinham contato com garotos, a não ser na escola.
Após a primeira tentativa de Cecile à matar-se, os pais resolveram contratar um psiquiatra para que diagnosticasse seu problema. O psiquiatra fez uma série de testes e constatou que o problema de Cecile era não ter contato com muitas pessoas.
A mãe delas então resolveu fazer uma festa no porão da casa e convidar alguns vizinhos.
Durante a festa, ninguém falava com Cecile, ela sentiu-se rejeitada e atirou-se da janela de seu quarto, e as grades do quintal cravaram nela e ela morreu.


Toda a história é contada do ponto de vista dos guris da vizinhança
O filme não é pornô, embora o título pareça.

Comentem!


Categoria: Filme
Escrito por Lu às 19:33:17 [ ] [ envie esta mensagem ]



Nutella

Nutella

Conserve fora do RS para a cremosidade idealOra Nutella... "Sabor e energia no seu café da manhã".

Há um lugar do rótulo que diz: "Conserve fora da geladeira para a cremosidade ideal".

Pena que quando fizeram a fórmula da Nutella, não pensaram que iam mandá-la para Porto Alegre.

O que acontece: A nutella literalmente endurece de frio; e se você está pensando em pegar um pote de nutella às sete da manhã e passar no seu pão algo cremoso aqui em Porto, vai ter uma surpresa um tanto desagradável quando ver que sua Nutella está tão dura que é difícil tirá-la com uma faca de dentro do pote.

E então? Não deveria estar escrito: "Conserve fora do RS para a cremosidade ideal?"

Ou que tal: "Guarde no nordeste, leve para o sul apenas na hora de consumir"?

 


Categoria: texto/comentario
Escrito por Lu às 00:59:22 [ ] [ envie esta mensagem ]



Texto Fictício - 04

Texto Fictício - 04

Quando Dinho dirige-se ao trabalho, seu chefe lhe diz:

-O Pingo foi lá na casa e... não achou nada suspeito. Só dentro dos tubos de creme, ele achou... Quer ver você mesmo?

-Quero.

Dinho corre até a sala dos detetives e inspetores, e vê uma plaquinha sobre a mesa escrita "Tarcídio Haus". Só tinha um crime ali. O do senhor com os pulsos cortados. Mas ele achou tremendamente estranho o fato de as duas escovas estarem completas e tudo, quando ele sabia que no lugar do cabo tinha uma faca, e na outra um garfo.

Foi ver o tal líquido dos tubos e notou que estava mais azul do que antes. Tinha ali o tubo de detergente da pia. Este estava vazio.

"Ele repôs" - pensou Dinho - "E por que?" Voltam as perguntas na cabeça de Dinho: "Quem nos prendeu no banheiro?" "Por que o fez?" "Quem matou esse senhor de idade?" "Porque as escovas de dente tinham talheres do outro lado?" "Por que Pingo escondeu as escovas verdadeiras?" "E por que trocou o detergente dos tubos?"

Ele exclama:

-Pingo queria incriminar-me!


Categoria: texto/comentario
Escrito por Lu às 13:34:43 [ ] [ envie esta mensagem ]



Texto Fictício - 03

Texto Fictício - 03

Dinho lembra que está com sua chave de casa.

Pega ela e tira os parafusos da maçaneta. A maçaneta cai. Agora Feliz e Dinho conseguem arrombar.

Dinho e Feliz, à paisana, descem correndo as escadas e saem da casa. Caminham juntos até a casa de Dinho. Ele vai abrir a porta do prédio quando nota: esqueceu a chave pois usara para tirar parafusos. O prédio dele não tem porteiro nem zelador, e o síndico não tem as chaves dos demais apartamentos. Ele poderia pedir a chave à um visinho, mas de que adiantaria se não poderia entrar em sua casa?

Dinho vai com Feliz até a velha mansão. Feliz abre a porta com lentidão. Encontram uma figura sinistra em um sobretudo preto.

A figura pergunta: "Quem são vocês e o que fazem aqui?"

Dinho responde:

-Somos Claudiano e Felizberto, e você?

-Ah...olá. Sou Pingo, inspetor encarregado do caso. - diz ele, sorrindo sinistramente.

-Vim aqui buscar a chave de minha casa, que esqueci no banheiro do segundo andar.

-Porque esteve aqui? Quando esteve? Esse Felizberto estava contigo? Por onde andaram? Descobriram alguma prova?

-Estive aqui hoje. Andamos por aí...por uns cômodos... Nenhuma prova.

-Pegue sua chavezinha.

Dinho e Feliz voltam à suas respectivas casas.


Categoria: texto/comentario
Escrito por Lu às 23:35:13 [ ] [ envie esta mensagem ]



Texto Fictício - 02

Texto Fictício - 02

Após cochilar um pouco, Feliz pergunta à seu companheiro: "Dinho, quem é o inspetor Pingo?"

E Dinho, de bate-proto, responde: "Não tenho a mínima idéia".

Os dois entreolham-se e Dinho levanta-se e pergunta à seu chefe:

-Quem é Pingo?

-Um inspetor.

-Qual seu verdadeiro nome?

-Já que você e esse seu estagiariozinho não tem nada pra fazer, porque não cochilam um pouco?

Os dois ficam calados.Dinho cochicha à Feliz:

-Vamos investigar o caso. Assim, quem sabe, você não é contratado e eu ganho uma promoção?

-Tá bom.

-Então tá. Te vejo amanhã às duas na casa empoeirada.

-Tá. ZZZZzzzzzz

No outro dia, após várias conversas sobre os times flamengo(dinho) e fluminense(feliz), pelos quais cada um torcia, vários cochilos de Feliz e o aumento das olheiras de Dinho, os dois voltam para casa: Dinho, para o apartamento de 30m² que mantém com seu minúsculo salário, e Feliz para a casa de sua mãe, de onde ainda não saiu.

Lá estavam eles, às duas horas da tarde na imensa mansão.Parece que ninguém havia entrado lá.Estava tudo igual.

Inspetor Pingo com certeza abandonara o caso.Nem aqueles riscos de giz no chão, aquelas luvas "higiênicas" estavam lá. Dinho, que com aquelas olheiras mais parecia um mafioso, vai ao banheiro do segundo andar "dar uma olhada no que pode pegar emprestado" daquela casa para as marcas de noites de sono sacrificadas. Mas só encontra dentro de todos os tubos, mesmo os que deveriam conter um creme, o mesmo líquido azul-claro.

Desce correndo as escadas para contar a novidade para Feliz, que estava achando o detergente e os pratos da cozinha muito suspeitos. Dinho grita:

-Olha, burro! Encontrei este líquido azulado aqui em todos os tubos de medicamentos!

-Legal, o assassino gostava de que as coisas fossem limpas.

-O que?

-Isso é detergente. Este aqui que eu estou olhando, ainda por cima.

-Porque não olha a data de fabricação desse detergente que você está segurando?

-Ah, sim...Está riscada.

-Como?

-Riscada.Com uma caneta azul que falha em traços horizontais.

-Não acredito...Até nisso pensaram.

-Mas o que será que o assassino fazia com detergente?

-Não sei.

Feliz sobe correndo as escadas.Abre a porta do banheiro.Mexe no armário de remédios de novo. Dinho sobe atrás e vê novamente o tal armarinho.

Feliz comenta:

-Olha que limpinhas as escovas de dentes!

Dinho tira da haste uma escova de dentes. Nota algo muito estranho: Do lado que devia ser o cabo da escova, há um garfo.

Feliz deduz:

-Se este é um garfo, o outro é uma faca!

E pior. Feliz estava certo.

Os dois fecham os olhos e começam a pensar para que isso serviria.

Ouvem um estrondo.Assustam-se e notam que a porta fechou-se.Dinho tenta abrir. Mas a porta está trancada. Eles tentam arrombar, mas a porta é muito forte.Entram em profundo pânico.


Categoria: texto/comentario
Escrito por Lu às 00:15:12 [ ] [ envie esta mensagem ]




[ ver mensagens anteriores ]